Artigo

Tabagismo

Voltar para Artigos

Ex-fumantes redescobrem as coisas boas da vida

Tabagismo

Durante mais de 30 anos, Armando Bosco Martins, de 51 anos, não conseguia imaginar a sua vida sem o cigarro. Foram 32 anos fumando, mas essa história agora faz parte do passado. Hoje, livre do vício, ele comemora o prazer de desfrutar da companhia de familiares e amigos sem interrupções. “Antes de parar de fumar eu não conseguia conversar com ninguém por mais de uma hora sem ter de interromper o papo para sair do ambiente em que estava e fumar”, relembra.

A conquista foi alcançada com ajuda do programa Unimed Saúde – Livre do Tabaco, aberto a todos os clientes da Unimed Londrina. Outras conquistas são elencadas pelo Armando, como a recuperação doolfato e a disposição para fazer atividades físicas. “Voltei a sentir o cheiro do meu próprio perfume e voltei a sentir o aroma bom das coisas em geral. Tenho mais energia, não me canso tanto. Antes bastava uma caminhada para me sentir cansado. Parece que, ao deixar o cigarro, a vida acendeu para coisas que eu já não dava mais importância”, relata.

O cigarro entrou na vida dele aos 18 anos, quando saía para a noite com os amigos para dançar. Ribeiro lembra que fumava em média um maço por dia durante a semana, “mas nos finais de semana chegava a fumar dois maços por dia”, observa.

O basta nesta rotina foi dado com o incentivo do médico cardiologista. Depois de alguns exames constatarem que ainda estava com a saúde em dia, Armando resolveu enfrentar o vício e procurar ajuda para deixar o cigarro. “A radiografia mostrou que não tinha manchas no pulmão, e o médico recomendou que parasse de fumar antes que algum problema surgisse. Acho que foi um milagre de Deus não ter nenhum problema depois de tantos anos fumando”, diz.

Ele procurou a ajuda do programa mantido pela Unimed Londrina. Para ele, ter participado do programa foi fundamental para vencer o vício. “O apoio dos profissionais que acompanham o grupo e a troca de experiências entre os participantes, aliados ao medicamento, foram decisivos para alcançar este resultado”, comenta. Outro fator que ele destaca dentro da participação do grupo é o exemplo que os outros integrantes passam. “Quando vi que outras pessoas tinham conseguido abandonar o cigarro, soube que também não seria impossível parar. Por outro lado, quando via alguém que não conseguia deixar o cigarro, isso me mostrava que eu era um vencedor por ter conseguido e me incentivava a manter minha decisão de não fumar mais”, analisa.

O programa Unimed Saúde – Livre do Tabaco foi criado em 2013, e recebe em média 300 pacientes por ano. Segundo a médica de Promoção em Saúde da Unimed Londrina, Rose Meire Albuquerque Pontes, mais de 60% dos participantes do programa conseguem abandonar de forma definitiva o cigarro. O programa é aberto a todos os clientes da Unimed Londrina. Para mais informações, basta ligar para o fone (43) 3375-6016.