Unimed

Inspire-se

Voltar para Artigos

Uma ligação musical com Londrina

Inspire-se

Vivendo há 45 anos na Alemanha, pianista londrinense mantém seus laços com a cidade por meio da música

Divulgação Palcos Musicais | Foto Saulo Ohara

Filho da Terra Vermelha, o pianista e médico londrinense Marco Antonio de Almeida vive na Alemanha desde 1973, mas nunca desfez seus laços com Londrina. Ele mantém suas raízes e sua origem musical muito bem firmadas por aqui: diretor artístico do Festival Internacional de Música de Londrina (FIML) desde 2007, Almeida participa do evento desde sua criação, há 38 anos.

Almeida é filho de pioneiros de Londrina. O pai foi o primeiro delegado da cidade e sua mãe, nascida na Lituânia, veio com a família, acompanhar o irmão engenheiro que trabalhava na implantação da estrada de ferro no Norte do Paraná. A formação musical de Almeida começou em Londrina e sua irmã, Terezinha Almeida, foi sua primeira professora.

O pianista lembra que só mais tarde, quando já era estudante de Medicina, começou a fazer aulas de piano em São Paulo com o pianista Gilberto Tinetti. “Foi um ano difícil. Fazia plantão das 7h às 19h, pegava o ônibus noturno para São Paulo, tomava aula lá e voltava para Londrina, diretamente para o hospital”, recorda.

A decisão entre seguir a Medicina ou a carreira de pianista foi um grande dilema para Almeida. “Passei muito tempo desculpando uma coisa na outra”, observa. Todas as vezes que acontecia algum congresso médico em Londrina, ele era convidado para fazer um recital de piano na abertura do evento.

No último ano do curso de Medicina, ele venceu um concurso internacional em Portugal e como prêmio ganhou uma bolsa para estudar piano na Alemanha. A faculdade de Medicina foi concluída, mas uma hora a escolha precisaria ser feita. “Passei por várias crises, também com a família, mas aceitei a bolsa de estudos e fui para a Alemanha”, conta.

Almeida foi admitido na Hochschule für Musik da Universidade de Hamburg, onde terminou seu mestrado e doutorado em Música. Prestou concurso na mesma instituição e passou a integrar o corpo docente do Departamento de Música da universidade. Ao mesmo tempo, ele aceitou um convite para assumir uma cadeira na Universidade Martim Luther Halle-Wittenberg. Além de professor, Almeida sempre manteve uma carreira artística como pianista. “Tenho uma carreira sólida na Alemanha também como artista, o que me dá muito prazer”, comenta.

O pianista observa que o FIML tem uma grande importância para Londrina, pois teve um papel fundamental para a interiorização da cultura no Paraná. Ele lembra que, junto com a diretora pedagógica do FIML, Magali Kléber, o evento passou a ter um caráter inclusivo, com a realização de diversos projetos sociais. “A orquestra do Festival é sempre formada por jovens carentes, por bolsistas do evento, que não teriam condições de estudar música, e passam duas semanas tendo aulas e contato com professores reconhecidos, do Brasil e do exterior”, pontua.

Durante todos esses anos que está à frente do FIML, contou com a participação de sua irmã e também musicista Lilian Almeida, que atuou como Diretora Executiva do evento. Lilian faleceu em abril do ano passado, mas deixou um legado importante. “Devemos muito à Lilian, pois ela sempre lutou para que o Festival crescesse e produzisse cada vez mais”, comenta.

O Festival de Música de Londrina começa no próximo 16 de julho e prossegue até 28 de julho, com uma variada programação artística e pedagógica. Almeida afirma que, graças a parceiros como a Unimed Londrina, o Festival vem conseguindo se manter a cada ano. “Além da Unimed, outras empresas de Londrina destinam parte de seu Imposto de Renda, por meio da Lei Rouanet, para realizarmos o evento. Mas Londrina tem oito festivais diferentes ao longo do ano, e mais empresas poderiam contribuir dessa mesma forma para a cultura local, em vez de mandar o recurso para Brasília, que só Deus sabe onde vai parar”, comenta.

Confira a programação completa do 38º Festival Internacional de Música de Londrina no site www.fml.com.br e divirta-se com a boa música.