Loading…
teste

Ângela: uma profissional fascinada pelo atendimento ao cliente

Há quatro anos a secretária Ângela Elisa Sartori, de 53 anos, resolveu voltar a trabalhar fazendo o que mais gosta e que sempre fez parte de seu histórico profissional: atendimento ao cliente. Mas dessa vez a experiência seria nova: atuar como secretária em um consultório médico. Ela havia ficado fora do mercado de trabalho por cinco anos, depois de ter trabalhado na empresa Lista Telefônica por 15 anos. “Comecei em consultório médico por acaso. Estava sentindo necessidade de ver gente, ter contato com outras pessoas como sempre tive nos trabalhos anteriores, e uma amiga me convidou para este emprego. Eu aceitei e rapidamente me apaixonei pelo que faço”, conta.

Ângela trabalha na Clínica de Doenças Cardiovasculares, onde mantém a rotina clássica de uma secretária de consultório: cuida da agenda de quatro médicos, marca consultas, cirurgias, exames entre outras atividades afins. “Mas o contato com o paciente é o que mais me fascina. Gosto de ajudar, orientar, ouvir as pessoas”, comenta.

Ela lembra que começou a trabalhar como secretária no final da década de 1970 na Cooperativa COAMO, em Campo Mourão, onde atuou em diferentes superintendências e presidência por 10 anos. Há 30 anos veio para Londrina e seguiu como secretária no ramo imobiliário, na Sociedade Rural do Paraná e na Lista Telefônica.

Depois que a última empresa fechou em Londrina, ela passou a se dedicar ao seu hobby, o bordado, de forma profissional. O que mantém até hoje nas poucas horas vagas que tem. “Trabalho por encomenda e, para atender os pedidos, bordo de madrugada e finais semana”, afirma. Ela faz trabalhos com a técnica patchwork, tem clientes em vários estados do Brasil e até mesmo no exterior. “Exponho o trabalho no Facebook e por lá recebo encomendas de todo lado”, observa. Para relaxar do dia a dia corrido, Ângela gosta de assistir séries, filmes e documentários pela Netflix.


Comentários