Loading…
teste

Vacinas das tríplices viral e bacteriana estão com preços especiais em fevereiro

Neste mês de fevereiro, o Calendário de Vacinas oferece valores especiais para as vacinas Tríplice Viral e Tríplice Bacteriana. Até o dia 29, o preço da primeira será de R$ 50 e da segunda, R$ 125, podendo esta ser dividida em 2x.

A vacina Tríplice Viral imuniza contra o sarampo, caxumba e rubéola. Essas doenças podem ser graves e são transmitidas por gotículas, por meio da fala, espirro e tosse.

Os sintomas do sarampo são parecidos com um resfriado por apresentar coriza. Outros sinais da doença são a conjuntivite e manchas vermelhas pelo corpo. Quando não tratado, o sarampo pode evoluir para pneumonia, oitite e encefalite.

É importante destacar que em 2016 a Opas (Organização Pan-Americana da Saúde) certificou o Brasil como um país livre do sarampo. Porém, os números de casos da doença aumentaram drasticamente por conta do baixo número de pessoas imunizadas. Em 2019, por exemplo, o Ministério da Saúde confirmou 13.489 casos de sarampo até o dia 23 de novembro. 

Outra doença protegida pela vacina Tríplice Viral é a caxumba. A identificação mais comum da doença é o surgimento de um "caroço" na região do pescoço. Isso acontece porque a caxumba acomete a glândula parótida, responsável por produzir salivas, ou as submandibulares e sublinguais. Os tecidos glandular e nervoso também são atingidos pela doença.

Já a rubéola tem como sintomas febre e manchas no corpo, que começam no rosto e se espalham pelas demais regiões. Em gestantes, a doença pode prejudicar o feto, causar abortos e malformações.

A vacina Tríplice Viral é indicada para crianças a partir de 6 meses de idade, adolescentes e adultos de até 59 anos. O esquema de vacinação é composto por duas doses, com intervalo de 3 meses entre elas.

Na campanha, o valor da vacina é de R$ 50 (o preço normal é de R$ 60).

Tríplice Bacteriana

A vacina Tríplice Bacteriana imuniza contra a difeteria, tétano e coqueluche.

A difeteria causa infecção na amídala, faringe, laringe, nariz e em mucosas adjacentes. O tétano acomete os nervos, gerando uma contratura muscular que pode atingir os músculos respiratórios. A coqueluche tem como sintomas tosse alongada e/ou breve podendo gerar falta de ar e vômito.

A Tríplice Bacteriana é indicada para gestantes a partir de 20 semanas de gestação, com intuito de reforçar a imunização contra o tétano (a cada 10 anos ou em casos de acidentes com objetos perfurocortantes é recomendado tomar a vacina). Nessa fase, a mãe consegue iniciar a imunização contra a coqueluche em seu filho, que a partir dos dois meses de vida pode tomar a primeira dose da vacina. Para crianças dos 9 aos 11 anos, a vacina deve ser aplicada como reforço. A partir dessa idade, a imunização deve ser realizada a cada dez anos.

O esquema de vacinação da Tríplice Bacteriana é composta por três doses, com intervalo de dois meses entre elas, além do reforço a cada 10 anos, como citado anteriormente. As mulheres grávidas devem tomar a vacina todas as vezes que estiverem gestantes.

O valor da tríplice bacteriana durante a campanha é de R$ 125 e pode ser dividida em até 2x. Antes, a vacina era vendida por R$ 140.

A Clínica de Vacinas da Unimed Londrina fica na Av. Souza Naves, 999. O horário de atendimento é de segunda a sexta, das 8h às 19h, e sábado, das 8h às 14h. Há estacionamento gratuito em frente à clínica, na Av. Souza Naves, 1018. Em Arapongas, o horário de atendimento é todas as sextas-feiras, das 9h às 12h, na R. Eurilemos, 756.

Para mais informações, ligue 3375-5050 opção 2.


Comentários