Loading…
teste

Conheça os 12 sinais que podem indicar câncer de mama

O dia 19 de outubro marca o Dia Mundial contra o Câncer de Mama. Conheça os sinais menos conhecidos que indicam o aparecimento da doença, além dos nódulos endurecidos

Câncer que mais mata mulheres no Brasil, segundo dados do Instituto Nacional de Câncer (Inca), o câncer de mama resulta do crescimento desordenado de células com potencial invasivo, que se dá a partir de alterações genéticas. Apresenta dois tipos: carcinoma ductal e carcinoma lobular, e pode ser diagnosticado em diversos estágios, que vão do 0 ao quatro, além de suas subdivisões. 

Devido a isso é preciso estar atenta às possíveis alterações no formato da mama, pois este câncer é caracterizado pelo aparecimento de nódulos mamários endurecidos. Além deste sintoma mais conhecido, existem mais 11 sinais nas quais são possíveis indicativos da doença.

Veja os 11 sinais na lista abaixo:

cancer de mama campanha know your lemons

Foto: Reprodução Campanha “Know Your Lemons”, “Conheça seus limões”, em português. A fruta ilustra sintomas do câncer de mama de forma didática

1- Pele endurecida

2- Sulco na mama

3- Crostas ou feridas no mamilo

4- Irritação ou dores

5- Secreção com sangue

6- Ondulações

7- Protuberâncias

8- Crescimento de veias

9- Afundamento do mamilo

10- Alteração na forma

11- Pele de casca de laranja

A última laranja na segunda fileira à direita da imagem, representa o nódulo mamário endurecido, pequeno caroço com textura diferente do tecido mamário ao redor. Na maioria dos casos, não é sinal de câncer. Se o seu aparecimento for acompanhada por alguns dos sinais listados acima, deve ser avaliado por um médico o mais rápido possível.

Rotinas saudáveis podem diminuir o surgimento da doença

Segundo a estimativa da Organização Mundial da Saúde (OMS), de 30 a 50% dos casos de câncer se devem a fatores externos evitáveis e alguns tipos especiais são ligados a fatores genéticos, endócrinos ou reprodutivos

Seguir uma vida saudável é fundamental para diminuir as chances do câncer. Segundo o Inca, por meio de uma alimentação saudável, nutrição balanceada, atividades físicas e gordura corporal adequadas, é possível reduzir em até 28% o risco de a mulher desenvolver câncer de mama. Ter uma rotina saudável, aliada à prática de exercícios físicos, e evitar o excesso de café, cigarro e bebidas alcoólicas, contribuem para a prevenção do estágio primário da doença. Amamentação entra também como um fator preventivo do câncer de mama. 

Exames

Quando é feito o diagnóstico precoce da doença, a chance de tratamento e cura do câncer de mama são maiores. Muitas mulheres, no entanto, não fazem o auto exame com a justificativa de não saberem o que procurar no momento da observação. Há casos também de mulheres que entraram em pânico por terem encontrado carocinhos que não eram significativos, não repetindo mais o processo recomendado. 

Caso você tenha 40 anos ou mais, é preciso estar atenta aos sinais. A principal maneira de se prevenir é fazendo o exame de mamografia, cuja análise favorece o diagnóstico precoce. Para mulheres na faixa etária de 50 a 69 anos, o exame deve ser feito a cada dois anos, pois nessa idade a identificação de lesões é facilitada devido a entrada da menopausa, que ocorre, em geral, entre os 45 e 55 anos.

Leia mais: Hipertensão arterial: mudar de hábito previne a pressão alta


Comentários