Loading…
teste

Proteja sua família da Dengue, Zika e Chikungunya

É comum nessa época do ano os dias serem mais quentes e chuvosos. Por isso, os casos de dengue, zika e chikungunya aumentam, já que as características climáticas do período propiciam a proliferação do mosquito Aedes aegypti, responsável por transmitir a doença.

Até março de 2020, Londrina já registrou mais de 5.700 casos confirmados da doença – e esse número não para de crescer.

Pensando nisso, a Unimed Londrina separou algumas dicas importantes sobre como se proteger contra essas doenças.

Prevenção dentro de casa 

De acordo com o Ministério da Saúde, a fêmea do mosquito se reproduz depositando seus ovos em água parada (limpa ou suja). Portanto, é importante verificar e cobrir todos os recipientes que possam acumular água, pois eles favorecem a procriação do mosquito.

Para isso, tire um tempo do seu dia para revisar a situação do jardim de sua casa. Verifique se as folhas não estão obstruindo as calhas, se os pratos de vasos de plantas estão com areias, se a caixa d’água está limpa e fechada e se há objetos que armazenam água.

A piscina deve ser limpa com cloro uma vez por semana. Caso não for utilizá-la, evite cobrir com uma lona ou outro material plástico. Isso pode contribuir para a formação de pequenas poças d’água.

Já dentro de casa, deixe limpa a bandeja da geladeira, suporte de galão de água e pote de água dos animais de estimação.

Repelentes

Entre os tipos de repelentes mais indicados estão aqueles a base de Ethyl butylacetylaminopropionate (EBAAP). Eles são seguros inclusive para gestantes e crianças. Repelentes a base de DEET e Icaridin também são adequados por conta do maior período de ação e podem ser usados por adultos e gestantes.

Principais diferenças entre a Dengue, Chikungunya e Zika

As três doenças podem ser diferenciadas primeiramente pelo quadro clínico.

Febre alta e forte dores de cabeça são os principais sintomas da Dengue. Além disso, o paciente apresenta dor nos olhos e muscular, manchas vermelhas no corpo, diarreia e vômito. Geralmente, esse quadro dura de 5 a 7 dias e, caso o tratamento seja seguido corretamente, a doença não deixa sequelas.

Já a Chikungunya tem como principal sintoma as dores nas articulações. São dores que se manifestam no corpo todo, da palma da mão ao pescoço. A intensidade pode variar, mas elas podem chegar a ser limitadoras para o paciente. No geral, a doença é considerada a mais branda entre as três. Os sintomas desaparecem em poucos dias.

Por último, o Zika vírus apresenta basicamente os mesmos sintomas que as duas primeiras, com destaque para a reação cutânea, que provoca intensa coceira. A doença traz ainda sintomas como irritação nos olhos e dores nas costas. Caso o tratamento seja feito corretamente, os sintomas desaparecem rapidamente.

Com exceção da Dengue, o Zika vírus e a Chikungunya não possuem vacinas. Por isso, a melhor maneira de prevenção contra as doenças é eliminar o foco de reprodução do Aedes aegypti.

Essas atitudes são exercícios de cidadania. Não se esqueça, sem água parada, não tem convidados indesejados.


Comentários