Loading…
teste

Unimed Londrina participa de projeto-piloto da ANS

A Unimed Londrina foi uma das 19 instituições selecionadas para participar do Projeto Cuidado Integral à Saúde - Projeto-Piloto em APS, realizado pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), em parceria com o Institute for Healthcare Improvement (IHI), Hospital Alemão Oswaldo Cruz e Sociedade Brasileira de Medicina de Família e Comunidade (SBMFC).

Quase 50 instituições se inscreveram para participar deste programa que é pioneiro, tem duração de 36 meses e objetivo de acompanhar e consolidar as experiências de operadoras que estejam implementando ou já implementaram um modelo de Atenção Primária à Saúde.

Com esta iniciativa, a ANS quer estimular a adoção de um modelo de atendimento em que a APS seja a porta de entrada para um cuidado voltado à promoção da saúde e prevenção de doenças.

Para o presidente da Unimed Londrina, Omar Genha Taha, estar entre as operadoras selecionadas para o projeto é muito importante. “Participar desta seleção da ANS mostra o quanto a Unimed Londrina se destaca no cenário nacional de operadoras de saúde. Vamos aproveitar esta oportunidade para aprimorar ainda mais a qualidade dos nossos serviços e fortalecer este modelo na cooperativa médica”, salienta. 

Érico Zanini, gerente da Promoção de Saúde e responsável pela APS da Unimed Londrina, afirma que este modelo vem conquistando solidez na operadora. “O número de clientes do Plano Unimed Personal (modelo de APS) vem aumentando e o modelo tem ótimas avaliações nas pesquisas de satisfação”, destaca. 

A partir de agora, a Unimed Londrina receberá uma série de itens para se adequar. O programa prevê a preparação para futura concessão de um certificado às operadoras de planos de saúde que cumprirem os requisitos pré-estabelecidos. Com a conquista deste certificado, aumentará a importância do serviço na Unimed Londrina, pois exigirá cada vez mais eficácia e diferencial no cuidado assistencial dos nossos pacientes. 


Comentários