Loading…
teste

Com ajuda da esposa, cabeleireiro para de fumar e descobre um hobby

Ao para de fumar, o cabeleireiro Claudemir de Lima Ávila conseguiu mudar não apenas um hábito, mas descobrir um hobby. O cliente da Unimed Londrina frequenta há sete meses o grupo Unimed Livre do Tabaco e durante o tratamento desenvolveu habilidades no artesanato. Esta mudança surgiu graças à ajuda de sua esposa, a também cabeleireira Andreia Salgado Ávila, que deu o pontapé inicial para o tratamento.

Tudo começou com o incentivo de Andreia, que ficou sabendo do grupo de apoio à cessação do tabagismo da Unimed Londrina e inscreveu seu marido. “Eu já tinha parado de fumar há uns três anos, mas voltei. Minha mulher conheceu o grupo da Unimed e fez minha inscrição. Fui no primeiro encontro, mas não acreditava que fosse possível parar de fumar”, relata Claudemir.

Um dos motivos que levou Ávila a superar o vício foi a reclamação de sua esposa sobre o cheiro que o cigarro causa. “Eu trabalho com pessoas. Então eu não queria que os clientes se queixassem. E a Andreia também não gosta do cheiro”, revela.

O cabeleireiro fumou desde os 17 anos. Hoje, aos 50, comemora os sete meses longe do cigarro. “Pratico esporte, jogo bola. Antes, eu não tinha fôlego. Agora, minha respiração melhorou”, destaca. “Minha mulher também se aproxima mais de mim. Inclusive me abraça mais”, valoriza.

A prática do artesanato surgiu após uma orientação que Ávila recebeu da psicóloga do grupo da Unimed. “Ela me disse que era pra fazer algo que ocupasse o tempo”, conta. “No artesanato fico focado. Graças a Deus, eu consigo esquecer o cigarro”, diz. O cliente desenvolve trabalhos de esculturas com concreto e cimento. “Faço cabeça de animais e cascatas. O pessoal pergunta se fiz curso, e eu respondo que não. Comecei fazendo sozinho”, conta orgulhoso.

Sobre o grupo Livre do Tabaco

A Unimed Londrina oferece um serviço multidisciplinar, com psicólogo, assistente social, enfermeiro e nutricionista. O tratamento é dividido em dois momentos: o primeiro, com encontros semanais, e o segundo, com encontros mensais. Os participantes contam com um subsídio oferecido pela operadora de planos de saúde para a aquisição de medicamentos utilizados para tratar a dependência do cigarro. Eles podem ser utilizados como um complemento do tratamento durante os três meses iniciais. Saiba mais sobre o grupo clicando aqui.


Comentários