Loading…
teste

Obesidade infantil: atividades para melhorar a saúde da criança

Em menos de uma década, a obesidade pode atingir 11,3 milhões de crianças no Brasil; conheça 5 atividades físicas eficientes para manter a saúde dos pequenos

A obesidade (excesso de peso), infelizmente, está presente na vida de muitas crianças. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS) em 2017, a quantidade de crianças e adolescentes, de cinco a 19 anos, com essa condição, teve um aumento expressivo, crescendo dez vezes nas últimas quatro décadas em todo o mundo. Além disso, de acordo com um alerta da Federação Mundial de Obesidade, em menos de uma década, pode atingir 11,3 milhões de crianças brasileiras.

Uma doença séria, a obesidade infantil pode trazer à criança, tanto consequências físicas, quanto emocionais, como sentimento de inferioridade ou exclusão, por exemplo. Entre as principais causas da obesidade infantil estão o consumo em excesso de gorduras, a ansiedade, a depressão, fatores hormonais e genéticos e, principalmente, a falta de atividade física.

Exercícios, como correr, jogar ou até mesmo brincar, são essenciais para melhorar a saúde da criança e prevenir a obesidade, além de aumentar o humor. A falta de atividade física eleva muito o sobrepeso dos pequenos, por isso, é fundamental que a criança pratique pelo menos uma modalidade.

Contudo, muitas crianças não possuem condições ou até mesmo disposição para praticar exercícios, o que pode complicar a situação. Por esse motivo, separamos aqui algumas atividades físicas que podem ser divertidas, trabalham o corpo, melhoraram o lado social da criança e evitam a obesidade.

Balé

O balé é uma dança belíssima e uma excelente atividade física para as crianças. Afinal, seus movimentos trabalham com alongamento, postura, flexibilidade e fortalecimento muscular. Além disso, o balé estimula a criatividade, a musicalidade e coletividade, por meio das suas coreografias. A dança, que pode ser iniciada a partir dos 3 anos, ainda ajuda a estimular a coordenação motora, o desenvolvimento intelectual, aumentar a concentração e a autoestima.

Capoeira

A partir dos 5 anos, a criança já pode praticar a atividade que envolve movimentos, ritmo e musicalidade. Entre os benefícios da capoeira também é possível destacar o alongamento, o desenvolvimento dos reflexos e da coordenação motora, o fortalecimento do tônus muscular e o equilíbrio.  

Natação

A natação é uma atividade física que trabalha com todos os músculos, o que melhora o alongamento e o controle da respiração do pequeno. A atividade ainda é extremamente divertida e recreativa, estimulando mais o interesse da criança por esportes. O legal é que o exercício pode ser iniciado a partir dos 6 meses.

Futebol

A prática de futebol é uma boa atividade física para os pequenos, desde que seja realizada com crianças da mesma idade. A melhora na coordenação motora, a velocidade, agilidade, o sentimento de pertencimento no time, a disciplina, a socialização, o divertimento, além, é claro, o combate à obesidade, são os seus principais benefícios.

Judô

O judô é uma arte marcial excelente, pois, além de trazer benefícios físicos, como o controle da obesidade, a força muscular, bons reflexos e alongamento, a atividade também estimula o autoconhecimento, o respeito, a disciplina, a concentração e o autocontrole.

Por isso, papais e mamães, não deixem de estimular a prática de atividade física em casa! Incentivem as crianças a estarem sempre em movimento!

E aí, o seu filho pratica alguma dessas atividades físicas? Conte para nós nos comentários!

Leia também: Coração saudável: alimentos essenciais para consumir no dia a dia


Comentários