Loading…
teste

Dia mundial sem carro: 3 motivos para você aderir agora

Meio de locomoção preferido pelos londrinenses, o carro traz várias consequências para a saúde humana e natureza. Participe da Semana sem carro e veja os motivos que vão fazer você mudar de ideia

Pensou em dirigir essa semana para ir ao trabalho? Que tal tirar a bicicleta do fundo da garagem ou pegar o transporte público? A ideia na semana do dia 22 de setembro, Dia Mundial sem carro, é fazer parte desse movimento que propõe uma reflexão sobre a mobilidade urbana. Desde 2004, essa iniciativa é adotada nacionalmente como meio de divulgação da Política Nacional de Mobilidade Urbana, a fim de estabelecer o uso do carro ou moto somente em casos de real necessidade e incentivar o uso de outras alternativas de transportes sustentáveis, como o público (ônibus, metrô ou trem), bicicleta ou a pé.    

Só no Brasil, o volume de autoveículos, que incluem carros, caminhões e ônibus, em efetiva circulação chegou a 65,8 milhões, segundo dados divulgados em 2018 pelo Instituto Brasileiro de Planejamento Tributário (IBPT). O estado do Paraná possui a terceira maior frota do país com 5,2 milhões de veículos, ficando atrás somente de São Paulo (18,9 milhões) e Minas Gerais (8,1 milhões). Já Londrina, concentra uma frota de 375 mil veículos, segunda maior do estado, atrás apenas da capital, Curitiba (1,4 milhão).

Listamos então 3 motivos para você aderir agora ao Desafio Semana sem carro, uma proposta da Unimed Londrina, para que você possa refletir sobre sua dependência  do carro ou moto. 

1- Sem congestionamento nos horários de pico!

Não podemos negar que o carro foi uma invenção maravilhosa. O problema surge quando utilizado sem restrição de uso: há uma ou duas pessoas para cada carro na rua, são transportadas poucas coisas e fazem um trajeto que não ultrapassa os 10 km. Ao aderir a Semana sem carro, você contribui com a mobilidade urbana e ainda evita aquela dor de cabeça que sempre ocorre durante os congestionamentos. Aliás, viver numa cidade quase totalmente urbana, com mais de 300 mil veículos saindo no mesmo horário traz consequências visíveis do mau uso do carro. 

2- A natureza agradece

Se usarmos o exemplo de qualquer cidade de médio a grande porte, vamos ter uma noção clara da quantidade de monóxido de carbono emitida todos os dias pelos automóveis de passeio. Um estudo do Instituto de Energia e Meio Ambiente (IEMA) revela que os carros são responsáveis por 72,6% das emissões de gases de efeito estufa, maiores vilões do aquecimento global. Portanto, sem o uso dele ou diminuindo sua frequência, você contribui diretamente com a natureza.

3- Mais saúde e menos custo para o seu bolso

Os automóveis se tornaram parte integrante de nossas vidas, sendo muito difícil não pensar neles no quesito locomoção. Mas como você viu acima, os carros são um dos principais poluidores nas cidades, sem falar na emissão do material particulado (MP), poluente imperceptível a olho nu que afeta o pulmão e pode causar alergias, asma, bronquite e doenças cardiorrespiratórias. Quer mais um motivo para aderir de vez na campanha? Manter um carro é muito caro no Brasil. É IPVA, preço alto do combustível, seguro próprio e…., já foi uma boa quantia de dinheiro, ou seja, sem carro é sinônimo de economia.

O que achou da ideia de deixar o carro ou a moto por uma semana na garagem? Além de contribuir com a natureza e diminuir a poluição da cidade, nos sentimos mais livres, não? Conte para gente como foi sua experiência nos comentários abaixo!

Leia mais:Aplicativos para exercícios físicos: quais cuidados tomar?


Comentários