Loading…
teste

Gripe e Resfriado: entenda qual é a diferença

O inverno é a época do ano em que essas doenças se tornam mais comuns

Surgem muitas dúvidas sobre a real diferença entre gripe e resfriado, não é mesmo? Começa uma tosse, a dor de garganta e já não sabemos o que temos, pois os seus sintomas são bem parecidos. Contudo, essas duas doenças respiratórias, apresentam sim diferenças.

É importante destacar que a gripe e o resfriado são mais intensos no inverno, por isso o cuidados devem ser redobrados nessa época do ano. De acordo com a Otorrinolaringologista da Unimed Londrina, Dra. Rosana Emiko Heshiki, isso ocorre porque há maior circulação de vírus pois as pessoas acabam ficando em ambientes mais fechados, o que aumenta a exposição. Por isso, crianças que frequentam creches e escolas tendem a apresentar mais facilmente os sintomas.”, completou.

Mas, como saber o que realmente é gripe e o que realmente é resfriado? Atenção nesse texto pois vamos responder essa pergunta!

Diferenças entre gripe e resfriado

A gripe é causada pelo vírus Influenza e os seus sintomas são mais intensos e com maior duração. Já no resfriado, os sintomas são mais leves e menos letais, durando também menos tempo. Além disso, essa é uma doença respiratória causada por outros vírus como o Rhinovírus, parainfluenza, vírus sincicial respiratório e demais relacionados.

Sintomas

O sintomas são basicamente os mesmos para ambas as doenças, contudo apresentam intensidades diferentes, como aponta o Ministério da Saúde. Na gripe, há febre, mas não chega a 39º. Além disso, ainda há calafrios esporádicos, dor de garganta intensa, catarro forte e com congestão nasal, leve ardência nos olhos, como também dor de cabeça e musculares, tosse e cansaço de forma moderada.

No resfriado, como já citado anteriormente, os sintomas são mais brandos, envolvendo febre baixa ou ausente, calafrios raros, dor de garganta moderada, dor de cabeça leve ou ausente, catarro moderado, tosse leve e moderada além de cansaço, dores musculares e ardência nos olhos também de forma moderada.

Complicações

Sabia que essas doenças virais pode apresentar complicações quando não são bem tratadas? A gripe, pode se tornar uma pneumonia, já o resfriado, pode se desenvolver a otite, sinusite e até mesmo bronquite. Contudo, é importante destacar que essas complicações dependem muito da imunidade individual das pessoas.

Tratamento

Segundo Heshiki, alguns procedimentos são importantes para o tratamento dessas doenças virais. “O tratamento consiste em hidratação, lavagem nasal com soro fisiológico, evitar esforço físico intenso, repouso relativo e uso de medicações para febre, dor e mal estar.”, relatou.

Além disso, é necessário destacar que a orientação médica tem papel fundamental nesse processo. Somente um profissional da área irá indicar os melhores medicamentos para o tratamento da gripe ou do resfriado.

Quais são as principais ações para prevenir essas doenças?

Por serem doenças altamente contagiosas, é preciso tomar algumas medidas importantes para prevenir essas duas doenças. São elas:

- Evitar ao máximo o contato próximo com pessoas que estejam doentes;

- Não colocar as mãos nos olhos ou boca antes de lavar;

- Lavar bem as mãos com água e sabão;

- Evitar locais fechados ou com pouca circulação, que tenham muitas pessoas.

Além desses cuidados que entram no cotidiano, a vacinação também tem papel importante na prevenção, principalmente de vírus mais violentos, pois “...a vacinação não protege contra o resfriado comum, mas contempla vírus mais agressivos, como Influenza e H1N1.”, esclareceu Dra. Rosana.

Heshiki ainda explica que a faixa etária de crianças abaixo de 5 anos e idosos acima de 60, tendem a ter a imunidade mais baixa, o que explica a campanha de vacinação para essas idades, mas que, teoricamente, todos deveriam se vacinar.

Gostou do texto? Ficou mais claro a diferença entre gripe e resfriado? Conte para a gente nos comentários!

Leia também: Hábitos para melhorar os sintomas de doenças respiratórias


Comentários