Loading…
teste

Pai e filha frequentam grupo da Unimed e largam cigarro juntos

O apoio da família é fundamental para quem quer superar a dependência do cigarro. É muito comum que o fumante conte com a ajuda de um familiar não fumante no tratamento, mas a cliente da Unimed Londrina Thamis Rampazzo Bedani decidiu largar o cigarro na companhia de seu pai, o autônomo Celso Antônio Bedani. Juntos, eles participam do grupo Livre do Tabaco e pararam de fumar há seis meses.

Thamis conta que decidiu participar do grupo para incentivar o pai a frequentar corretamente os encontros. Porém, a estudante afirma que no início do tratamento ela não tinha intenção de largar o cigarro. “Meu pai já tentou várias vezes parar de fumar. E como ele apresentou alguns problemas de saúde, ele resolveu se inscrever no grupo da Unimed. Ele não é muito de seguir certinho um tratamento, então resolvi acompanhá-lo nos encontros”, relata a estudante. Thamis fumou durante 13 anos e Celso, durante 48 anos.

Os dois iniciaram o tratamento em outubro do ano passado, mas foi no dia 23 de novembro do mesmo ano que Thamis e Bedani deixaram de vez o cigarro. “Naquele dia eu tinha uma viagem para fazer. Ia eu, meu pai e minha avó. Ela era a única que não fumava. Então, eu e meu pai decidimos não fumar durante o trajeto”, recorda Thamis. A beneficiária disse que na casa onde eles iriam ficar hospedados não havia nenhum fumante. “Então, não levamos cigarro. E ao chegar a Curitiba, meu pai perguntou se eu queria comprar cigarro. Decidi que não. Passou um dia, e a gente não fumou também”, afirma.

A estudante reforça que o apoio mútuo vem sendo essencial para os dois. “Fomos conversando toda vez que um sentia vontade de fumar. Essas conversas foram servindo de incentivo para continuarmos sem o cigarro”, afirma.

Sobre o grupo Livre do Tabaco

A Unimed Londrina oferece um serviço multidisciplinar, com psicólogo, assistente social, enfermeiro e nutricionista. O tratamento é dividido em dois momentos: o primeiro, com encontros semanais, e o segundo, com encontros mensais. Os participantes contam com um subsídio oferecido pela operadora de planos de saúde para a aquisição de medicamentos utilizados para tratar a dependência do cigarro. Eles podem ser utilizados como um complemento do tratamento durante os três meses iniciais. Saiba mais sobre o grupo clicando aqui.

Gostaria de ler outras histórias de superação como essa? Conheça o Fabrício clicando aqui


Comentários